Blog

Fundamentos da catapulta: Por que o monitoramento do atleta é importante?

3 de maio de 2018

Apresentando a você a ciência por trás de nossa tecnologia, a série Catapult Fundamentals explica os conceitos e princípios da ciência do esporte e analisa as maneiras pelas quais os sistemas de monitoramento do atleta podem ser usados para melhorar o desempenho da equipe e do jogador.

Um desenvolvimento importante no esporte nas últimas três décadas foi o uso crescente de métodos científicos para informar a preparação e a participação em competições de elite.

Inovações recentes permitiram que as equipes monitorassem de perto o desempenho do atleta em todas as sessões e partidas, facilitando uma compreensão muito mais profunda dos métodos de treinamento que beneficiam atletas e treinadores.

Benefícios do atleta

1. Quantifique os pontos fortes e fracos individuais

Dada a fisiologia única de cada atleta, os indivíduos possuem naturalmente diferentes pontos fortes e fracos, bem como vários níveis de potencial para desenvolver as principais facetas de seu jogo.

Ao usar métodos científicos para projetar e validar objetivamente um programa de monitoramento para complementar o cronograma de treinamento de um atleta, é possível medir a progressão em relação às metas de desempenho adequadas.

2. Feedback de desempenho

As tecnologias de rastreamento atuais podem monitorar o desempenho do atleta em tempo real e fornecer feedback individual em relação aos objetivos de uma sessão individual ou do programa como um todo.

Por exemplo, a tecnologia Catapult tem a capacidade de fornecer feedback em tempo real e pós-sessão, permitindo que os treinadores tomem decisões de desempenho com base em informações objetivas. Essa abordagem ajuda a maximizar a segurança e a eficácia das sessões de treinamento.

3. Educação

Ao permitir que a equipe técnica forneça feedback abrangente a seus atletas, tecnologias de monitoramento invariavelmente geram diálogo em torno das implicações que os dados relevantes têm para o desempenho de indivíduos ou da equipe como um todo.

Essas conversas são oportunidades para cientistas e técnicos do esporte ajudarem seus atletas a entender melhor o significado e a aplicação das principais métricas de desempenho. Este processo educacional pode, por sua vez, levar a uma prática de treinamento aprimorada e encorajar os atletas a melhorarem seu autogerenciamento.

Benefícios de coaching

1. Identificação de Talento

Ao usar tecnologias de monitoramento de atletas para estabelecer uma gama de testes de desempenho que refletem as demandas físicas e técnicas de um esporte, os treinadores podem monitorar o desenvolvimento de jovens atletas e mapear as qualidades de recrutas em potencial em relação aos padrões estabelecidos pelos jogadores já no time.

2. Planejamento objetivo

Em vez de basear os programas de treinamento individuais em avaliações subjetivas dos pontos fortes e fracos de um jogador, os sistemas de monitoramento do atleta podem ajudar os treinadores a quantificar os níveis de desempenho de um atleta e apoiar a construção de planos de treinamento que são projetados especificamente para desenvolver certas áreas de seu jogo.

3. Perfil da equipe

Através da coleta de dados físicos e agregação de perfis individuais em médias posicionais ou de equipe, os treinadores podem monitorar mais de perto a eficácia geral de seus programas de treinamento.

Se uma equipe adota essa abordagem, os insights coletados podem revelar como os períodos de treinamento intensivo ou atividade de jogo influenciam a prontidão geral e os níveis de fadiga, informando, assim, o projeto dos cronogramas de treinamento.

4. Redução de risco de lesão

Ao monitorar os atletas e desenvolver bancos de dados individuais e de equipes ao longo do tempo, os treinadores podem desenvolver uma compreensão aprimorada da fisiologia de sua equipe.

Como parte desse processo, os treinadores podem começar a identificar 'bandeiras vermelhas' associadas ao aumento do risco de lesões. Uma vez que esses sinais de alerta tenham sido estabelecidos, a equipe pode fazer intervenções para reduzir ou remover esse risco, uma política que pode levar a melhorar a disponibilidade do atleta ao longo de uma temporada.

5. Apoio de reabilitação

Ao usar processos de monitoramento de atleta para estabelecer padrões de desempenho baseados em dados para atletas saudáveis, torna-se mais fácil quantificar protocolos de reabilitação e retorno ao jogo seguros e eficazes durante os períodos de lesão.

O monitoramento detalhado dessa natureza ajuda a identificar o momento em que a reintrodução ao treinamento e partidas está associada ao risco mínimo de lesão, ajudando a proteger os atletas dos rigores de seu programa de treinamento completo até que eles retornem aos níveis anteriores à lesão.

Interessado em descobrir como a Catapult pode ajudar sua equipe a encontrar sua vantagem competitiva? Clique aqui para saber mais sobre nossa gama de soluções de desempenho de elite.